Por que um pastor deveria ficar muito tempo em uma igreja?

História da IAP Piedade

Sharing is caring!

Uma das implicações mais significativas de Hebreus 13.17 (prestar conta das almas) pela qual eu sou grato, é por aprender desde cedo no ministério que eu não tenho o direito de não gostar e me recusar a me importar com a alma de alguém que Deus me confiou. Isso é algo importante que devemos compreender como pastores, porque todos nós temos aqueles que nos desprezam em nossas congregações; aqueles que nos incomodam por algo que dissemos ou fizemos; pelo que daremos conta quando nos apresentarmos diante de Deus.

Enquanto você lê isso, alguns de vocês podem estar pensando que esse tipo de pessoa seja uma boa razão para ir embora e começar de novo, mas eu lhes digo que eles são, na realidade, uma boa razão para ficar e suportar.

Por que essas pessoas difíceis são uma boa razão para ficar e suportar?

Observar a obra de Deus através do seu ministério de tal maneira que aqueles que uma vez o desprezaram, crescem até amar e apreciar você.

Eu me lembrei disso enquanto refletia sobre uma visita que fiz há vários anos, ao hospital, para ver uma senhora idosa que quase havia morrido, mas que estava começando a se recuperar lentamente.

Ela era alguém que há anos me atacava publicamente e me caluniava na frente de toda a igreja. Não era minha maior fã. Embora as tensões tivessem se acalmado nos últimos anos, eu não esperava muita cordialidade dela.

Eu me sentei com essa mulher e tive uma visita muito encorajadora e agradável com ela. Ela foi calorosa, gentil e graciosa comigo. Ela me elogiou por cuidar dela e da igreja tão bem ao longo dos anos.

Então comecei a procurar atentamente pela “câmera oculta” que havia sido implantada, ela chegou a me abraçar quando eu saí. Quando ela faleceu alguns anos depois, preguei em seu funeral pois ela havia me pedido isso.

Incapaz de explicar humanamente tudo o que eu tinha experimentado naquele dia, Deus me lembrou de uma das maiores alegrias de permanecer e suportar essas pessoas. À medida que suportamos as críticas, reclamações e ataques verbais, e tentamos amar e cuidar das almas daqueles que nos atacam, Deus em sua graça pode nos permitir eventualmente conquistá-los.

Que poderoso testemunho do poder de Deus operando em seu pastor e ovelhas quando ele faz isso.

Essa não foi a primeira vez que Deus me permitiu experimentar isso e posso definitivamente dizer que é uma das maiores alegrias que experimento agora no ministério pastoral com minha congregação.

Pastores, permaneçam firmes nas coisas que vocês sabem ser verdadeiras e corretas. Amem aqueles que amam vocês assim como aqueles que não os amam – pelo menos agora. Portanto, não se surpreenda quando você acordar um dia (daqui a alguns anos) e descobrir que um membro da igreja que esteve frio por anos, de repente, se aqueceu.

Fonte:
Ministério Fiel – Brian Croft
Tradução: Paulo Reiss Junior.
Revisão: Filipe Castelo Branco.
Original: Why should a pastor stay a long time at one church?

Sharing is caring!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.